Informações de fontes extra-oficiais dão conta de que instrutores e examinadores já foram presos no local por integrantes do Grupo Fera. Parte do problema é atribuída a negligência da atual administração do Detran.

O delegado Mário Paulo informou que as investigações começaram há cerca de quatro meses, por suspeitas de que funcionários do CT estariam envolvidos em corrupção e falsificação no processo de concessão de carteira nacional de habilitação (CNH).
Conforme informação do sindicato dos instrutores, há mais de mil desses profissionais cadastrados em Manaus e atendendo a população.

Portal do Holanda