Anoitece em Jacareacanga, já com poucas pessoas nas ruas, contrariando os dias que antecederam este 2 de maio, onde poucos acreditavam na disseminação do Coronavírus. Este dia ficará como um marco indelével na vida de seus moradores que experimentam  o viés da incredulidade. Uma atmosfera de batalha perdida  paira sobre a cidade que segue as horas da noite soturna e silente. número 13 fatídico!. O dia se fez noite e com cada qual marchou para seu canto, vez em quando a zoada  de motocicleta  em desabalada velocidade desperta  um ali outro acola que contempla o nada de sua janela entreaberta; faz-se ouvir um grito lá do quarto: -Fecha essa janela porra, e vem dormir! Um desavisado disfarçando a embriaguez é parado pela guarnição  policial e é convidado a dormir com segurança, no xadrez... prossegue a noite vazia  e sem cor, na casa do prefeito há movimentação, como ser humano incorpora a incredulidade que cercou a todos, depois de lutas diuturnas comandando com a Secretaria de Saúde e Defesa Civil operações de bloqueios para combater a temível doença que ameaçava entrar no município. As estratégias irão mudar, talvez baixe novo decreto aumentando a pressão sobre munícipes que não seguem orientação. Imagine determinação!  ... Ao longe zoada de moto, deve ser mulas em suas atividades laborais, já é madrugada!  escapando da polícia; com tantos cães  nas ruas, não ladram,  latidos não se  ouvem, parecem contemplar a tristeza de um povo. -Recordo de um contato com um adjunto do prefeito Raimundo Santiago que há uma semana disse-me em um contato telefônico que o temor do Gestor era próprios moradores de Jacareacanga no entra e sai da sede do município trazerem a doença. Trouxeram! Como bravos a Equipe Multidisciplinar para estabelecer bloqueios sanitários continua, mesmo que a decepção esteja em seus semblantes, vencidos nunca! A cidade faz que dorme, estilhaços de recordação invadem minha mente, mesmo demonstrando paciência, equilíbrio o prefeito faz contínuos contatos, tem necessidade da aproximação da Funai, Dsei das esferas Estadual e Federal, a transmissão comunitária causa pavor, o povo tem que entender que deve recolher-se. A noite avança, o amanhã virá, e será outro dia, e se Deus quiser os doentes sararão e a esperança de dias melhores reinará em solo Jacareacanguense,  apesar do não comprometimento da maioria dos moradores com os apelos das autoridades sanitárias, civis, Deus irá mostrar o Seu poder!  Somente fica uma recomendação “ALEGREM-SE NA ESPERANÇA, SEJAM PACIENTES NA TRIBULAÇÃO, PERSEVEREM NA ORAÇÃO  - Romanos 12:12

 Walter Tertulino