Foto: Divulgação
Publicado
 
em
 

Um advogado foi flagrado nesta quarta-feira (22) tentando entrar com 115 chips dentro de um presidido, no Rio de Janeiro. Os objetos estavam colados nos rolos de papel higiênico. A informação é do jornal O Globo.
O local abriga os chefes da maior facção criminosa do estado. Ainda segundo a publicação, a Seap informou que Ramon da Costa Revelles foi até  a unidade entregar pertences pessoais de um preso.
Os chips foram encontrados pelos agentes durante revista. O advogado foi encaminhado para uma delegacia para os procedimentos cabíveis.