Crédito: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Se Gilmar tiver ‘grandeza moral’, tem de se desculpar, diz Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta terça-feira, 14, que, se o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), tiver “grandeza moral”, tem de se desculpar e se retratar após declarar que o Exército se associou a um “genocídio” durante a pandemia do novo coronavírus.

Na segunda-feira, 13, o vice já havia dito que Gilmar “forçou a barra e ultrapassou o limite da crítica”. Em nota divulgada na manhã desta terça, o ministro do Supremo Tribunal Federal afirmou que não atingiu a honra do Exército e manteve as críticas à “substituição de técnicos por militares nos postos-chave do Ministério da Saúde”.
Em reação às afirmações de Gilmar, o Ministério da Defesa afirmou que entraria com uma representação contra ele na Procuradoria-Geral da República (PGR).
Leia mais - clic AQUI