Exposição de cartuns online retrata o novo coronavírus; veja as ...
Itaituba - Tantas recomendações, tanto trabalho preventivo,  tantas barreiras, tantos cuidados, tantos investimentos para combater a propagação do temido e terrível coronavírus/Covid-19 que mesmo assim,  fura o cerco invade  um ambiente mais bem guardado  que uma prisão, pois o medo do contágio é mais temido, presumo eu,  que um carcereiro fungando em seu cangote em uma prisão de segurança máxima. Sabe Deus quantas  pessoas se protegeram e ficaram desesperados, antes decepcionados, pelas breves febres intermitentes e outros pequenos sintomas que começaram a sentir, imaginando que seria uma "gripezinha" que me perdoe Bolsonaro, e ao final testaram positivo para o COVID-19.

Conheço uma pessoa que absteu-se (se prevenindo a si e sua família) do lazer e entretenimento de suas filhas, deixou de frequentar casas de amigos e familiares, protegia-se em excesso  em casa, uma fortaleza que ninguém entrava ou saia, com uso de  máscaras, águas sanitárias, álcool tomando conta do cotidiano de sua família, alimentação e  compras  sendo realizadas por terceiros mas, tudo isso não adiantou. O COVID-19 avançou fronteiras, superou obstáculos e um alto muro de proteção e o atingiu em cheio. ESSE CARA SOU EU!
estou medicado, tratamento evoluindo bem... Graças a Deus!

Amigos, não relaxem, se protejam, Deus cuide de todos, só não digam: DESSA ÁGUA NÃO BEBEREI!