Sucessos inesquecíveis de Raulzito, histórias e curiosidades são promessa nas lives de antigos parceiros, amigos e fãs que continuam mantendo a obra dele viva.

TOCA RAUL

31 anos sem Raul: sequência de lives marcam homenagens ao cantor

 sexta-feira, 21/08/2020, 09:49 - Atualizado em 21/08/2020, 09:49 -  Autor: Aline Rodrigues


Diversas programações virtuais ocorrem hoje e domingo em memória de Raul Seixas. A morte do “Maluco Beleza” gerou uma grande mobilização em 21 de agosto de 1989, com as pessoas indo às ruas de São Paulo para cantar suas músicas em despedida, ação que continua a ocorrer todo os anos em várias cidades, por iniciativa de várias gerações de fãs. Desta vez, sem poder fazer a famosa caminhada de homenagem, por conta do isolamento social, eles preparam lives com conteúdo diversificado para lembrar a obra e os ensinamentos nas letras do artista.

Uma delas ocorre hoje, às 21h30, pela plataforma de streaming #CulturaEmCasa. Cláudio Roberto, que assina junto com Raul Seixas músicas como “Maluco Beleza”, “Gita”, “Medo da Chuva” e “Metamorfose Ambulante”, receberá o irreverente Edy Star, também amigo de Raul, em um bate-papo que promete ser memorável, para contar histórias que marcaram tanto a vida do artista como a história da música popular brasileira. “Tudo permeado com muita música e nostalgia. Clássicos como ‘Tente Outra Vez’, ‘Caubói Fora da Lei’ e, claro, ‘Maluco Beleza’, estão no setlist”, diz Cláudio.

Um pouco mais cedo, hoje, às 20h, Rony Almeida & Plact Zumm, que faz shows cover de Raul, apresenta uma live show com transmissão pelo Facebook do Stones Music Bar e pelo canal da banda no YouTube. “Faremos uma homenagem a esse cara incrível que foi Raul Seixas! Pra gente é sempre uma emoção poder, de alguma maneira, levar as mensagens de Raulzito pras pessoas”, diz Rony. Eles também se dizem abertos a pedidos musicais pelo Facebook.

BELÉM

Se depois desse esquenta, você ainda tiver energia para pedir mais Raul, a Sociedade Raulseixista de Belém, com os fãs Marília Oliveira e Waldércio Quadros à frente da organização, estará promovendo no domingo, a partir das 10h, o “Dia da Saudade - Raul Vive! - 31 anos”. O encontro ocorre em um lugar que já é a cara do evento, o Espaço Maluco Beleza, com Sérgio Leite cantando os hits e aceitando pedidos do público saudoso do Raulzito.

Sérgio Leite explica que o espaço, na avenida Augusto Montenegro, tem um proprietário que é fã de carteirinha. “Conhecido como ‘Fernando Churrasqueiro Maluco Beleza’, ele é um raulseixista dos bons, e o lugar virou um ‘QG raulseixista’. A gente se reúne ali alguns finais de semana para ouvir Raul, e tocar. Infelizmente a pandemia bloqueou a gente, não deu para fazer [a caminhada], vai ter que ficar para próxima. Então vamos nos reunir e fazer a nossa homenagem por lá”.

Sérgio Leite dá o ritmo ao encontro raulseixista em Belém.

Sérgio conta que até por telefone, antes do show, já tem gente pedindo música. “Eles me mandam pelo WhatsApp, ficam enlouquecidos, é impressionante (risos). Eu até monto um repertório, mas sempre acabam pedindo, vou resgatando além dos sucessos coisas que só os raulseixistas conhecem”, diz o cantor, já sabendo que o show vai durar muito mais que as duas horas previstas, diante da animação do público.