"FOOLS GOLD"

Investigação aponta que um servidor público federal chegou a receber, pelo menos, 150 mil reais.

 terça-feira, 15/12/2020, 22:52 - Atualizado em 15/12/2020, 22:52 -  Autor: Com informações da Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou a operação “Fools Gold” nesta terça-feira (15) para desarticular um grupo criminoso que agia no município de Itaituba, sudoeste paraense. Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e sete mandados de busca e apreensão nas cidades de Santarém, Itaituba e em São Paulo.

Os alvos estavam sendo investigados pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, violação de sigilo funcional, advocacia administrativa e associação criminosa; uma das prisões, inclusive, foi a de um delegado da própria Polícia Federal em Santarém.

De acordo com as investigações, um dos envolvidos, um servidor público federal chegou a receber, pelo menos, R$ 150 mil de garimpeiros de Itaituba para “blindá-los” de eventuais ações policiais. O repasse desses valores era intermediado por um lobista dos mineradores, que repassava também informações obtidas a terceiros.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Itaituba.