De acordo com a direção do CRRI, saída temporária foi concedida a 60 detentos. Beneficiários que não retornaram passam a ser considerados foragidos da Justiça.

Foragidos da justiça. (Foto: Reprodução/CRRI)