O Tenente-coronel Robson Martins de Oliveira, estava internado há 45 dias e, por vezes, apresentou leves melhoras, mas acabou não resistindo. Ele comandou o 15ºBPM entre 2016 e 2018.

Por Moisés Sodré 

Tenente Coronel/PM Robson Martins de Oliveira vitimado pelo COVID-19

O Tenente-coronel Robson Martins de Oliveira, ex-comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar, em Itaituba, morreu na madrugada deste sábado (20), em decorrência de complicações do Covid-19. Robson estava internado há 45 dias no Hospital Porto Dias, em São Paulo. As informações são do Portal Tailândia.

Além de Covid, Robson teve princípio de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e chegou a ficar intubado na Unidade de Tratamento Intensivo da unidade de saúde. O estado de saúde era considerado gravíssimo.

Por vezes apresentou leves melhoras, mas acabou não resistindo. Robson Martins já havia apresentado melhora após ser internado, mas teve piora e precisou ser sedado e intubado.

Devido a pressão arterial ter caído ele precisou usar uma medicação forte e acabou prejudicando os rins também, para melhorar teve que fazer hemodiálise. O falecimento ocorreu por volta de 1h15 da madrugada.

De acordo com a irmã dele, o pai da policial também já tinha falecido após terem se infetados com a doença.

Carreira militar
O Tenente Coronel Robson Martins de Oliveira, comandou o 15º Batalhão de Policia Militar de Itaituba, entre 2016 e 2018, antes, porém, passou por Paragominas como subcomandante no 19ª BPM, comandante da 6ª Companhia Independente de Policia Militar em Tailândia, Subcomandante do 14ª BPM em Barcarena.

Em sua despedida do comando, em 23 de fevereiro de 2018, Robson disse: “Levo a certeza de ter feitos bons amigos e ter trabalhado no sentido de aproximar as instituições com a relação à Policia Militar, de ter feito o que estava ao nosso alcance, para melhorar, em se tratando de segurança pública, a vida da sociedade itaitubense