POLITICA SALARIAL E LOTAÇÃO - RECLAMES SURGEM EM JACAREACANGA (POSRTAGEM FEITA EM segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021)

JACAREACANGA - Recebi desde ontem algumas ligações de pessoas vinculadas com a educação escolar em Jacareacanga, e para dar um feedback  resolvi eleger para publicação este comentário abaixo que contempla os reclames das pessoas que mantiveram contato comigo. Por razões da maioria demonstrando inconformismo senão indignação  empregar palavreado indevido, não postarei outros comentários.

Interessante também um comentário, foi referir-se, ao Senhor Secretário Dionei, professor do quadro efetivo do município, egresso de salas de aulas, que também em gestões anteriores, era um ícone da luta em defesa do reconhecimento aos direitos dos profissionais da educação, e que  depois de nomeado Secretário não evidenciou até agora em sua gestão na educação municipal o mínimo de trabalho visando a  proteção dos direitos dos professores no que tange às normas estabelecidas no PCCR, que tanto buscou em tempos pretérito

COMENTÁRIO (Por razões subentendidas não identificarei o autor do comentário)

"Concordo plenamente quando se fala de *PCCR e se este fosse seguido não teríamos tantos embates. Concordo mais ainda quando se questiona a "competência" para se ocupar determinado cargo. Pois bem, partamos do básico, o próprio PCCR regulamenta que as funções gratificadas de direção, vice direção, responsável por unidade escolar, secretário escolar e piloto ou motorista escolar devem ser ocupantes de cargo efetivo. Daí lhe pergunto, o senhor sabe quantos efetivos estão nesses cargos? Isso é só a ponta. Cruze aí os parentescos direto, de sangue, por afinidade e até o terceiro grau. Eu reconheço que esse mal tem se perpetuado entre os gestores e é vergonhoso perceber que enquanto buscamos aprimoramento para ser no mínimo eficiente, nossa educação é vista como cabide de emprego onde qualquer um que suba numa folha de papel para discursar tenha mais privilégios que quem faz carreira. São tantos pontos a se levantar que se fossemos elencar acabaríamos por perceber que nossa conivência com tais atos é tão suja quanto os próprios."

__________

*Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração

PCCR

PCCR - Planos de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores Públicos do Poder Executivo

Os Planos de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores Públicos do Poder Executivo são conjuntos de instrumentos de gestão que torna efetiva a política de recursos humanos gerida pelo Estado aos Servidores Públicos efetivos e estáveis.

Os Planos de Cargos, Carreiras e Remuneração visam o aperfeiçoamento profissional continuado, valorizando o conhecimento adquirido pela competência, pelo interesse e pelo desempenho do servidor.

O PCCR propõe a combinação de desempenho com qualificação do servidor, estimulando-o a buscar o desenvolvimento na carreira. Além disso, institui perspectivas básicas de mobilidade funcional dos servidores na carreira e a decorrente melhoria salarial, mediante as progressões horizontal e vertical. 

_____________

Espaço aberto para o contraditório da pessoa citada, ou necessariamente da Gestão.