JACAREACANGA - Índios da etnia Munduruku, chegaram nesta manha na sede do município oriundos de aldeamentos do médio e alto Tapajós, somando-se a muitos moradores indígenas da cidade e aldeias adjacentes  para protestarem contra restrições de ordem legal às ações de garimpagem que fazem no interior das Terras Indígenas Sai Cinza e Munduruku com apoio de garimpeiros pariaw't (brancos).

A razão fundamentada para esse protesto é motivado por ação de proteção ambiental executada por forças legais que fazem a contenção e repressão dos trabalhos, destruindo maquinários e equipamentos além de combustíveis, e víveres alimentícios, que dão estrutura e suporte  a ação produtiva da garimpagem.

Conforme anunciado previamente em redes sociais por uma guerreira indígena no dia de ontem, seguido ao protesto que já está em curso neste momento,  haverá o bloqueio total da Rodovia Transamazônica nos dois sentidos (Jacareacanga fica a media distancia entre Apui no amazonas e Itaituba no Pará)  impedindo o acesso de pessoas e transportes que abastecem o município. Lembrando que estamos em vertiginoso crescimento da pandemia na região e a aglomeração de pessoas concorre para se propagar de maneira  facilitada o Coronavirus. É fácil pressupor que contando com os aldeamentos adjacentes e geminados a sede do município, concentrar 300  a 500 indígenas em um local é muito fácil.



Recebi neste momento algumas imagens de Jacareacanga e um comentário pelo WhatsApp de uma pessoa ligada à atividade garimpeira que diz 

"Ah... Walter os Burés tão quebrando é tudo aqui hoje... começou hoje de manhã... tá um fuzuê doido aqui pa rua aqui.... pizeiro mesmo... o fulano de tal tá pra  ele vai tirar foto e te mandar..."

"Esta ocorrendo passeata ...tá feio o negocio

Os Munduruku estão em pé de guerra, entre eles mesmos, pois uma parte quer a garimpagem outra parte não aceita em hipótese alguma... não seria melhor se abrir uma janela de conversações para resolver através do diálogo os problemas que se prolongam por tanto tempo no seio da sociedade de Jacareacanga? ou irão esperar que ocorra uma tragédia?

Será que iremos celebrar em lágrimas o resultado de uma tragédia já anunciada?

Há comentários que parte do comercio da cidade está cerrando suas portas. Informação que chegam é  que iniciou-se o protesto com pouco índios e cada momento chegam mais.

Comentário de uma Ex-vereadora do município, revelando preocupação:

[10:50, 25/03/2021] Ver edileuza: De certa forma vejo com muita preocupação tudo isso

[10:50, 25/03/2021] Ver edileuza: Possa ser que inocentes paguem por aquilo que não devem!

[10:51, 25/03/2021] Ver edileuza: Com essa onda de COVID na cidade!

Esses indígenas vão circular pela cidade e retornar pra aldeia levando o vírus!

Depois tu vais me dizer o preço dessa manifestação com esse período de chuva com síndrome gripal em toda cidade!

Walter a preocupação deve ser reflexiva!

O momento é de temor devido a doença, acompanhando de perto a situação do estado no comum todo , com encargos de hospitais lotados, falta de leito e insumos, falta até de materiais básicos para intubação, qualquer coisa que traga mais risco de contaminação me causa preocupação!

---

Outro comentário preocupante:

"Muito índio a favor da garimpagem... vai ter morte. Querem que a PF saia do hotel Tucumã, estão na frente sitiando..."