AO CONTRÁRIO DO QUE FOI PUBLICADO SOBRE A OPERAÇÃO POLICIAL EM JACAREACANGA, APONTANDO SE TRATAR QUE ESTARIA SOB O COMANDO DO GAECO NA VERDADE EXECUTA  A OPERAÇÃO INTEGRANTES DA SUPERINTENDENCIA  REGIONAL DO TAPAJÓS - 15a. RISP  DA POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ.

Na manhã desta terça feira, 10/08/21, a PCPA por intermédio da Superintendência Regional do Tapajós – 15ª RISP, deflagrou a operação “FOOD VOUCHER”, visando dar cumprimento a ordens judiciais de prisão temporárias e busca e apreensão, sendo que nesta data foi dado cumprimento a dois Mandados de prisão temporária e três de busca e apreensão.

Resumo das Investigações até agora

No dia 19/10/2020, a Polícia Civil tomou conhecimento através do Diretor da Escola Estadual Brigadeiro Haroldo Coimbra Veloso de que os cartões fornecidos pelo governo estadual, para o vale alimentação de alunos, haviam sido utilizados no MERCADINHO CORAÇÃO DE MÃE, nesta cidade, de forma indevida. E este supermercado não era autorizado a realizar as operações financeiras dos cartões. Entre os dias 24/09/2020 e 04/10/2020, foram realizadas indevidamente 1.522 operações financeiras, com os 654 cartões dos alunos, totalizando R$ 121.760,00, na empresa MERCADINHO CORAÇÃO DE MÃE. A responsável pelos cartões, a empresa SOMEI, conseguiu cancelar as transações financeiras, o que não descaracterizou o delito, e portanto, a Polícia Civil continuou seu trabalho investigativo, e após árdua investigação, e com provas robustas de que os cartões foram utilizados na empresa em tela, e com a insistente negação do casal proprietário do comércio, foi representado pela prisão temporária e mandados de busca e apreensão em desfavor dos proprietários da estabelecimento comercial para descobrir eventual envolvimento de terceiros.

15° RISP - Superintendência Regional do Tapajós

MUNICÍPIO: Jacareacanga. 

OCORRÊNCIA: deflagração da Operação “FOOD VOUCHER” - Cumprimento de Mandados de Prisão Temporária e de Busca e Apreensão 

PRESOS: T J. L. DE A e M. V. DA C.