Por Portal do Holanda  27/10/2021 6h45 — em Policial

Rafael matou por ciúmes - Foto: Divulgação

Manaus/AM - Rafael Fernandes, acusado de matar a miss Manicoré, Kimberly Mota de Oliveira, 22, vai a júri popular nesta quarta-feira (27), em Manaus.

O crime ocorreu em maio de 2020. O julgamento inicia às 9h, no Fórum Henoch Reis, no bairro São Francisco, Zona Sul.

Neste primeiro dia, o juiz e o júri vão ouvir as testemunhas do caso. O Ministério Público vai apresentar cinco testemunhas de acusação, enquanto a defesa convocou quatro testemunhas.

Rafael deve chegar nas próximas horas ao local. O caso teve ampla repercussão na época e chocou amazonenses.

Kimberly foi morta com várias facadas pelo corpo dentro do apartamento de Rafael. Os dois tiveram um relacionamento amoroso e o réu tentava reatar com a miss.

No dia do crime, ele pegou mensagens de outros homens no telefone de Kimberly e por isso, decidiu assiná-la. Após o crime, ele fugiu para Roraima e tentava fugir do país.