RESSUSCITARIA

Acreditei, diz dono de funerária sobre promessa de pastor

“Aconteceu com Lázaro. A gente que tem fé acredita”, disse o gerente do local

 terça-feira, 26/10/2021, 20:38 - Atualizado em 26/10/2021, 20:38 -  AutorCom informações da Folhapress

A morte do pastor Huber Carlos Rodrigues causou grande comoção em Goiatuba (GO), município a cerca de 180 km de Goiânia, após a divulgação de uma carta escrita por ele em 2008.

No documento, ao qual a reportagem teve acesso, Rodrigues diz que ressuscitaria três dias depois da própria morte -como a Bíblia relata sobre a história de Jesus Cristo.

Por causa do documento, a viúva do pastor não autorizou o enterro, à espera do prazo, o que virou um problema sanitário junto à prefeitura local.

Huber Carlos morreu na sexta-feira (22) e só foi enterrado na madrugada desta terça (26), após a certeza da viúva que não haveria volta à vida.

No documento, escrito há 13 anos, o pastor disse que sua integridade física deveria ser "totalmente preservada".

"Ficarei morto por três dias, sendo que no 3º dia, às 23h30, eu ressuscitarei. Meu corpo durante estes três dias não terá mau cheiro e nem se decomporá", escreveu o pastor em um trecho da carta, assinada à época por duas testemunhas.

Na noite de ontem, várias pessoas foram à porta da funerária esperar pelo horário da ressurreição, que não ocorreu. Uma transmissão ao vivo foi realizada no Facebook, chegando a ter 11 mil visualizações.

VIDEO CLIC -  AQUI

Após o prazo dos três dias, o corpo foi sepultado no cemitério de Goiatuba logo após a meia-noite.

Em nota, a prefeitura disse que notificou a funerária, através da Vigilância Sanitária Municipal, para realizar o enterro ainda na segunda (25). A determinação era de que o enterro fosse feito imediatamente, segundo normas de controle e fiscalização sanitárias, o que não foi realizado.

ACREDITEI

“Como cristão, acreditei que pudesse acontecer um milagre. A gente vive e está todo dia aprendendo. Na Bíblia, está escrito que é possível. Aconteceu com Lázaro.  A gente que tem fé acredita. Deus pode tudo, ele tira uma montanha de um lugar e coloca no outro, nada é impossível para ele. Mas infelizmente não aconteceu”, disse José Dourado, gerente da Paz Universal, funerária onde o corpo ficou.