Nunca se sabe quando alguém com más intenções vai agir ou será capaz de trair o companheiro nas mais diversas situações da vida, até mesmo quando se está pegando carona em carro ou moto. Uma dessas situações resultou em pelo menos uma morte e uma pessoa ferida gravemente. A Polícia Civil da cidade de Ourilândia do Norte, no sul do Pará, tenta a todo custo pender um garimpeiro que está sendo acusado de praticar um crime de latrocínio e tentativa  de assassinato na região do Garimpo das Águas Claras.  De acordo com informações da polícia, o garimpeiro viajava em uma motocicleta na companhia do operador de máquinas Ismael Araújo da Silva, de 24 anos e o proprietário de uma máquina escavadeira identificado como Antônio Portela Dourado, de 49 anos. 

Em dado momento o garimpeiro que viajava na garupa da motocicleta pediu para parar  em um trecho da vicinal que dá acesso ao garimpo, dizendo que queria urinar.  Logo assim de desceu da motocicleta o homem sacou um revólver e atirou na cabeça de operador Ismael Araújo, que morreu de forma instantânea e em seguida atirou no dono  da máquina Antônio Dourado, que foi atingido e caiu no meio da vicinal. Em seguida o garimpeiro fugiu levando a motocicleta e ouro que o dono da máquina transportava na bolsa.  Antônio Dourado sobreviveu ao tiro e foi conduzido para um hospital municipal de Ourilândia do Norte, em estado grave.  A polícia procura por qualquer informação que possa levar a identificação do autor de crime. As vítimas do atentado viajavam para a cidade de Ourilândia do Norte, na intenção de vender o minério extraído do garimpo. (Dinho Santos).

Fonte: DOL  Via Pinga Fogo Jacareacanga.