TRAGÉDIA

Gildemar dos Santos Alves, 38 anos, foi morto com um único golpe de faca, após matar a ex-companheira Vilma Lino do Espírito Santo, também a facadas

 segunda-feira, 06/12/2021, 14:47 - Atualizado em 06/12/2021, 15:33 -  Autor: Dinho Santos

 Gildemar dos Santos Alves e Vilma Lino do Espírito Santo estavam separados
 e ele queria reatar o relacionamento | Reprodução

O pequeno município de Sapucaia fica distante cerca de 200 quilômetros de Marabá e faz limite com as cidades de Canaã dos Carajás e Xinguara. O município, que fica às margens da BR-155, em direção a Redenção tem apenas 6 mil habitantes.

A população da pequena e tranquila cidade de Sapucaia foi abalada com uma a tragédia ocorrida na manhã desta segunda-feira (6). A notícia de dois crimes considerados como bárbaros, envolvendo pessoas de uma mesma  família, bastante conhecida na cidade, causou muita  tristeza entre os moradores. 

O homem conhecido por Gildemar dos Santos Alves, 38 anos, foi morto com um único golpe de faca, após matar a ex-companheira Vilma Lino do Espírito Santo, também a facadas. Gildemar foi assassinado pelo próprio filho, um adolescente de 13 anos.

A tragédia ocorreu no início da manhã desta segunda-feira (6), durante um desentendimento entre a mulher e homem que não aceitava o fim do relacionamento. 

De acordo com comentários de populares, a mulher estava de saída para o trabalho quando o ex-companheiro chegou e passou a tentar uma conversa no sentido de reatar o relacionamento. 

Inconformado com a decisão da ex-mulher que insistia em não querer mais continuar o relacionamento, o ex-companheiro puxou a faca que carregava na cintura e desferiu  vários golpes na ex-mulher, matando-a na frente do filho.

 A tragédia ocorreu no início da manhã desta segunda-feira (6) em Sapucaia | Divulgação

O filho, de apenas 13 anos, ao ver a mãe ser morta pelo pai, pegou uma faca e desferiu um único golpe que acertou o peito do homem que morreu no local. O adolescente fugiu do local após cometer o crime. 

A notícia da morte do casal logo se espalhou pela de aproximadamente 6 mil moradores, pois ambos eram pessoas bastantes conhecidas na cidade. Uma diligência  formada por conselheiros tutelares e policiais tentam localizar o rapaz. (Dinho Santos, de Redenção)