JACAREACANGA (01.12.2021) - Os quatro elementos da natureza, o Ar, Fogo, Agua, e Terra, como é peculiar  de imensa importância  à vida, cujos se apresentam com suas respectivas utilidades em plena e perfeita harmonia ou sintonia  ditada pelo Criador,  muitas vezes se apresentam diante de nossos olhos se constratando um elemento com o outro apesar da maioria das vezes  parecer que um elemento não contribui com sua uitilidade para ajudar outro elemento natural. Veja o que se apresentou hoje na região de Jacareacanga. Enquanto uma força desproporcional ambiental  em nome da natureza, dizem eles, tocava o terror incendiando maquinas, combustiveis, viveres e equipamentos nas atividades garimpeiras ilegais, proximas à sede do municipio com a utilização do elemento natural fogo; a preciptação de  fortes e prolongadas chuvas na mesma região que alagou  grande parte da cidade de Jacareacanga, não conseguiu apagar o fogaréu que destruiu alem de maquinas, e equipamentos para faiscação de ouro, sepultou  esperanças para se fazer chegar à mesa de centenas de familiares dos garimpeiros, o rango tão aguardado. Somente a fome ficará sentada à mesa, aguardando a miséria e o infortúnio se banquetearem.

Ou os elementos naturais e neste caso o Fogo e a Água não são tão harmônicos e amigos ou os dois juntos, são piores de que a Força de Proteção  Ambiental que trata o garimpeiro como se bandidos fossem, reclamam os cavadores da vida que correm lamentando  as chuvas nos baixões e embrenham-se mata a dentro apavorados com o fogo que calcina  sonhos e esperanças.


Imagens meramente ilustrativas.