DESESPERADOR

Ela descumpriu uma medida restritiva que proibia de se aproximar do ex-namorado, que já foi vítima da mulher

 quinta-feira, 02/12/2021, 22:59 - Atualizado em 02/12/2021, 22:59 -  Autor: Com informações do Yahoo Notícias

Ela foi presa na casa de familiares na Asa Norte, em Brasília | Reprodução

Depois de ter sido detida no último final de semana de novembro, suspeita de ter furado os pneus do carro e esfaqueado o ex-namorado, a policial civil do Distrito Federal, Rafaela Luciene Motta Ferreira, de 40 anos, foi presa novamente.

Ela foi acusada de descumprir uma medida restritiva que proibia a agente de se aproximar do ex. A situação chega a ser desesperadora, tendo em vista que essa é a quarta vez que a agente é presa por crimes contra esse e outros companheiros.

Rafaela foi presa dentro da casa de familiares, localizada na Asa Norte, em Brasília. Em um primeiro momento, ela se recusou e apresentou resistência no momento da prisão, depois pediu a presença de um advogado.

Último caso

Quando foi presa pela terceira vez, Rafaela havia furado os pneus do carro do ex-namorado e o esfaqueado. Tudo aconteceu na madrugada de 28 de novembro, em frente a casa da vítima. Mesmo tendo sido presa nos meses anteriores e tido a arma recolhida pela Corregedoria, ela ainda costumava andar com spray de pimenta e canivete.