Ex-prefeito terá que devolver R$ 6,6 milhões aos cofres públicos | Reprodução

 O ex-prefeito de Tucuruí, Sancler Antônio Wanderley Ferreira foi condenado nesta terça-feira (25) pela Justiça Federal à perda dos direitos políticos por 5 anos por ter deixado de repassar R$ 5.105.685,25 milhões de reais de empréstimos consignados à Caixa Econômica Federal. O ex-prefeito está impedido ainda de firmar contratos com órgão públicos e terá que devolver R$ 6,6 milhões aos cofres públicos.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF) o ex-prefeito não efetuou o repasse dos valores que eram descontados dos vencimentos dos servidores municipais a instituição financeira nos meses de outubro, novembro e dezembro do ano de 2015, causando prejuízo tanto aos servidores quanto ao município.

A defesa do ex-prefeito admitiu que a época o então gestor deixou de repassar os valores ao banco para pagar outras despesas do município que enfrentava uma crise financeira. Para o MPF não houve comprovação satisfatória da alegação e decidiu pela condenação. Procurado pela reportagem, Sancler não deu declaração.

Autor: Denis Aragão de Tucuruí