Jovem caminhou por quilômetros com o pai nas costas até o
posto de saúde mais próximo. A sua tribo fica no norte do Pará

atualizado 07/01/2022 13:27

A imagem de um índio que carregou o pai nas costas por seis horas para que ele pudesse se vacinar contra a Covid-19 viralizou nas redes sociais. O jovem Tamy Zoé foi flagrado pelo médico Erik Jennings ao caminhar com o pai, Wahu Zoé, por quilômetros dentro da mata fechada da floresta amazônica. A foto foi compartilhada pela Articulação dos Povos Indígenas.

Depois da imunização, eles caminharam por mais seis horas até a aldeia, localizada na região norte do Pará. Os indígenas, da etnia Zoé, vivem em uma região entre dois rios: Cuminapandema e Erepecuru.

Na publicação feita em seu perfil no Instagram, Erik discorreu sobre como a pandemia impactou a tribo que, até o momento, vive sem casos da doença.

Chega o ano de 2022 e não se registrou nenhum caso de Covid-19 na população Zoé”, disse. “Tawy carregou o pai por 6 horas dentro de uma floresta com morros, igarapés e obstáculos até a nossa base. Feita a vacina, colocou o pai nas costas novamente e andou por mais 6 horas até sua aldeia.