Guilherme Roseno Cantanhede foi preso em flagrante pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Parauapebas, na segunda-feira (7), acusado de estupro de vulnerável contra uma criança de apenas sete meses. O crime foi gravado pelas câmeras do Centro de Controle de Operações (CCO) do município, órgão que faz vigilância por meio de avançado sistema de videomonitoramento. Conforme o superintendente de Polícia Civil do Sudeste do Pará, delegado Vinícius Cardoso das Neves, a equipe teve conhecimento do caso após as imagens circularem via redes sociais. No vídeo, Guilherme aparece com a criança no colo, na porta de um imóvel, se masturbando. Ele também beija e lambe a bebê. “Uma situação bárbara! 

O homem apareceu com uma bebê de sete meses se masturbando e beijando a criança de forma lasciva, de língua na boca”, comenta o delegado. Ao ter conhecimento do caso, os policiais procuraram a Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão (SEMSI) do município e confirmaram a veracidade do vídeo e do conteúdo, conseguindo identificar onde a cena foi gravada.

Em seguida, foi feita também a identificação de Guilherme, que acabou preso e autuado em flagrante pelo crime, sendo encaminhado para a Cadeia Pública de Parauapebas. A vítima também foi localizada e está recebendo acompanhamento. O local onde o crime ocorreu havia sido cedido para uma instituição beneficente, mas não estava sendo utilizada para essa finalidade, tendo sido ocupado por outras pessoas, dentre elas, o agressor.


Fonte: O IMPACTO / via Blog do Junior Ribeiro
Titulo RP