O parecer favorável à consulta foi embasado em estudo de viabilidade econômica realizado em abril de 2021 pelo economista Antonio Pantoja, da Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital e Emancipalista do Estado do Pará (Fadepa), que levantou os dados durante viagem à região.

A Comissão de Divisão Administrativa e Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) aprovou na última terça-feira (9) o parecer técnico que autoriza a consulta plebiscitária para a criação do município do Lago Grande do Curuai.

O parecer favorável à consulta foi embasado em estudo de viabilidade econômica realizado em abril de 2021 pelo economista Antonio Pantoja, da Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital e Emancipalista do Estado do Pará (Fadepa), que levantou os dados durante viagem à região.

O projeto que visa a criação do município do Lago Grande do Curuai foi entregue à Assembleia Legislativa e à presidente da Comissão de Divisão Administrativa do Estado e Assuntos Municipais, deputada Dra. Heloísa Guimarães, em maio do ano passado.

Para quem é da região e há muito tempo luta pela emancipação do Lago Grande do Curuai, como o vereador Didi Feleol, a aprovação do parecer representa um grande avanço.

"Pra nós é muito importante esse parecer ter sido aprovado, porque eu no primeiro mandato como vereador, desengavetei o projeto juntamente com a Federação (Fadepa) em Belém e também com ajuda dos órgãos competentes, uma vez que o Estado tem que ter uma demanda, levantamentos e estudos. E isso eu levei como vereador uns seis meses fazendo naquela época e depois veio o estudo de viabilidade já com apoio de muitas lideranças, empresas e vereadores que ajudaram a pagar um instituto para fazer esses estudos. Não podemos esquecer também o trabalho do deputado estadual José Maria Tapajós nessa aprovação", destacou Feleol.

O parecer ainda será submetido à apreciação e votação no plenário da Alepa, mas ainda não há data para isso acontecer.

O vereador Didi Feleol disse que deve ser realizado um trabalho por lideranças políticas locais e regionais junto com a Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital e Emancipalista do Estado do Pará, no sentido de buscar apoio na Alepa para agilizar a votação do parecer, e assim, viabilizar que a consulta plebiscitária seja feita junto com as eleições de 2022, na área interessada.
________
Fonte/ Blog do Xarope