Redação Notícias

·2 min de leitura
Brasileiros que estavam em avião que desapareceu na Argentina - Foto: Reprodução/Redes Sociais

As buscas pelo avião que desapareceu semana passada na Argentina foram retomadas nesta segunda-feira (11). No sexto dia sem localização das vítimas, a Defesa Civil admite que a chance de encontrá-las com vida vai diminuindo, mas mantém a esperança.

"Na medida que os dias passam, as expectativas de sobrevida diminuem. Mas é claro que sempre vamos ter esperanças de poder encontrá-los com vida. Temos tudo preparado, o sistema de saúde preparado para nos depararmos com eles com vida", declarou ao G1 o subsecretário de Proteção Civil e Gestão de Riscos de Chubut, Jose Mazzei.

A segunda-feira marca o sexto dia de buscas pela aeronave que perdeu contato com a base na última quarta-feira (6). Os trabalhos são realizados por terra, água e ar nas regiões de Comodoro Rivadavia e a Baía Bustamante.

Segundo Mazzei, a Defesa Civil tem amparado e prestado apoio aos familiares dos desaparecidos, que retornariam ao Brasil nesta segunda.

"Eu tenho duas ou três reuniões diárias com eles. Em Comodoro, restou apenas um único familiar, que está embarcando hoje para Buenos Aires e voltando para o Brasil", comentou.

Relembre o caso

De acordo com a Defesa Civil da cidade de Chubut, o avião perdeu controle com a base aérea por volta das 17 horas.

A aeronave teria participado de um festival em Comodoro Rivadavia. De lá, dois aviões partiram para El Calafate e, posteriormente, para Trelew, mas apenas um chegou ao destino final.

O protocolo de busca foi iniciado, em conjunto com a prefeitura Naval Argentina, com recursos navais e terrestres”, disse o diretor da Defesa Civil de Chubut, José Mazzeem, entrevista ao portal NSC Total.

Aeronave é de empresário catarinense

O avião pertencia ao empresário Antônio Castro Ramos, conhecido como Toninho, dono de uma construtora em Florianópolis. Seria ele o piloto da aeronave, acompanhado dos médicos Gian Carlo Nercolini e Mario Pino.

Pessoas ligadas à família de Toninho confirmaram ao NSC Total que a aeronave perdeu contato com a base, mas não repassaram mais informações.