NOTICIA EXTRAORDINÁRIA


Imagem ilustrativa

JACAREACANGA-PA, 30.04.2022 - Bom  mesmo e ver Professores todos em salas de aulas, serenos, contritos, bem pagos e em dia,  ensinando, repassando conhecimentos, satisfeitos com a valorização da classe. O péssimo é ver professores tratados sem dignidade, reivindicando direitos adquiridos e ainda negados  e não sendo ao menos ouvidos. PIOR É, SE GANHAREM AS RUAS!

Nunca, jamais se ouviu os professores ganharem  as ruas para perderem o objetivo que buscam. Nunca!  

Buscar seus direitos, os Profissionais da Educação que em seu entorno somam multidões, entre esses familiares, pais, mestres, alunos e a população envolvente é uma batalha com seu resultado como  favas contadas.  Se tiver guerra; em luta os professores e todos que vivem em seus entornos são guerreiros invencíveis.

Alerta-se ao Governo Municipal e aí estarão avisados os Poderes Executivo e Legislativo que o Sintepp reúne hoje seus afiliados, e a reunião  estará ocorrendo daqui  a uma hora com sua Ordem do Dia, definida para ser construída estratégias para confronto com quem de direito em busca da valorização da classe, tão atingida pela negação de direitos adquiridos.

O cenário em Jacareacanga é real e esse que está se apresentando.

A redação do Rastilho tentou conversar com a Coordenadora do Sintepp ou outra pessoa da Coordenação porém não obteve retorno,  ao menos, um professor de Aldeia,  confidenciou-nos   que esgotaram-se oportunidades de se dialogar com o Executivo representado pelo Secretário de Educação Mauricio, ja que não age com compromisso, pois diversas vezes foram marcadas reuniões para entendimentos com a classe e o Secretário sempre foge do assunto e encontro  e nem se pronuncia ignorando totalmente as reivindicações que apresenta a classe. Outra informação recebida em primeira mão, é que a reunião do Sintepp com seus afiliados é privativa, e não gostariam de ter a presença de Vereadores, pois os nobres representantes do povo, nunca apresentaram sequer disposição para lutarem em defesa dos direitos da classe, e agora se confortam os educadores em não contar com apoio dos mesmos pois em nada surtirá efeito.
O BICHO VAI PEGAR!!!