A ação foi frustrada pela Polícia Civil, que apreendeu o suspeito. O crime seria em homenagem ao massacre de Suzano, ocorrido em 2019.

Autor: Wesley Rabelo,
quarta-feira, 13/04/2022

Investigações do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Pará revelaram que um adolescente, do município de Irituia, no nordeste paraense, estava planejando um atentado em homenagem ao massacre de Suzano, ocorrido em 2019.

De acordo com informações que chegaram ao conhecimento da Polícia Civil através do Ministério da Justiça, o adolescente estava planejando com outro indivíduo, um possível ataque em uma escola localizada no Pará.

As conversas trocadas pelos suspeitos e interceptadas pelos agentes de segurança mostravam a intenção da dupla, de cometer atos de violência contra crianças, adolescentes, mulheres e animais.

Com a materialidade de um ataque iminente, foi pedido mandado de busca e apreensão no endereço do suspeito, deferido pela Justiça na madrugada desta quarta-feira (13). O adolescente de 14 anos foi apreendido. 

LEIA TAMBÉM:

Casos de violência e ameaças em escola de Belém assustam

Garota de 12 anos planejava ataques a escolas no Pará

Polícia frustra atentado em escola no Pará e outros estados

Na casa do garoto foram encontrados um simulacro de arma modelo pistola, um aparelho celular e roupas pretas que foram usadas pelo adolescente para trocar fotos com outros indivíduos que ajudam no planejamento dos ataques em escolas.

Segundo a Polícia Civil, as peças de roupas encontradas na residência são semelhantes às usadas pelos autores do ataque ocorrido na Escola de Suzano São Paulo, no dia 13 de março de 2019.