JACAREACANGA - PA (05.04.2022) - Considerando o déficit habitacional na sede do municipio e a existência de uma vasta area devoluta no Bairro de São Pedro em área contígua  e que se insere sobre um   lixão  até a pouco tempo em atividade, o espaço foi ocupado de forma desordenada por pessoas que mostram-se necessitadas de um espaço para terem garantido seus futuros abrigos residenciais.

Com a intervenção positiva  do jovem Manoel Júnior, Diretor de Terras da Prefeitura Municipal, que de forma habil comunicou o Prefeito da invasão ocorrida e como sugestão opinou pela  pacificação da questão, sugerindo uma reunião com a demanda reprimida o que está se realizando nesta manhã onde o Prefeito ja disponibilizou o espaço ocupado para a destinação devida  com a finalidade de suprir  a necessidade dos ocupantes.

O Rastilho de Pólvora ou qualquer pessoa de bom senso, e a própria Diretoria de Terras do Municipio haverá de entender  e isso deverá ser antecipado à doação, a adoção de questões importantes para a ocupação segura, mansa e pacifica da área em usufruto das pessoas presentes  à reunião e tidas como ocupantes.

  1. Saneamento e/ou tratamento adequado atraves de cautelas sanitarias para recuperação  da area por ter sido utilizada por longo tempo como lixão à ceu aberto.
  2. Urbanização da area total  com demarcação de ruas, garantia de extensão  eletrica e de águas.
  3. Garantia da titularidade do espaço delimitado e demarcado para o ocupante.
  4. Proibição de transação  imobiliária para prevenir-se especulações
  5. Levantamento sócio-economico para contemplar a doação devida.
  6. Cautelas legais ao que concerne a licenciamento ambiental da área em foco.
Obs. Recebi informações logo após a postagem, o que me obrigou a fazer a presente emenda:

Seu Valdo uma grande parte de pessoas que estão achando que tem  direito de receber terreno é somente para depois vender, pois  quem mais necessita estão sendo abandonados e não irão receber. Pelo amor de Deus seu Valdo peça pra eles que façam um levantamento certo e honesto e deem terreno para quem necessita não para aqueles que tem  casas  de morada,  casas alugadas e até vilas de casas. Eu não tenho quase nem o feijão para comer mas não vou la pedir terreno pois tem outras pessoas necessitadas mais do que eu, ja que tenho o meu que pago com dificuldade  todo mês. A minha casa não tem porta nem janela mais tenho meu protetor que é DEUS, então seu Valdo eu peço pelo amor de Deus, pelo amor de sua mãe, cuide daquele que tem mais precisão.
Gotaria de ser entendido que somente faço divulgação da informação, não sou servidor da Prefeitura para esse clamor mais que justo chegar a mim. A Prefeitura deve mandar fazer um levantamento socio-economico atraves das assistentes sociais e tecnicas afins para se evitar que pessoas que ja tenham seu terreno usufruam de outro. 

Recebemos tambem comentario sobre o assunto de uma pessoa  que preferiu utilizar-se do anonimato muito embora sua declaração seja coerente:

Aos longos anos morado em  jacareacanga aprendi que quando o cara é vereador, faz até boi voar!!!
Difícil é legalizar uma área de lixão interditada pela Defesa Civil, para tornar uma área residencialcontendo alto teor de contaminação.
Eita jacareacanga velha de amadores!