Abusos sexuais aconteciam desde que a menina tinha 6 anos de idade e só cessaram com a descoberta da gravidez

Polícia Civil de Goiás prendeu um homem, de 44 anos, suspeito de engravidar a enteada, uma menina de apenas 13 anos de idade. Segundos as investigações, sucessivos abusos aconteciam no estado do Pará desde que a vítima tinha 6 anos. Os crimes só cessaram quando a família descobriu a gravidez da menina. O homem fugiu para Goiás e acabou preso em Goiânia, na manhã desta sexta-feira (15).

De acordo com apurações, os estupros ocorriam na casa onde a menina morava com a família, na cidade de Baracena (PA). Além dos abusos, o sujeito ainda a ameaçava a garota para que ela não revelasse toda a situação. A família, que nunca havia suspeitado do homem.

Vale ressaltar que, a vítima foi encaminhada a todos os serviços assistenciais, médicos e psicológicos após a descoberta. A menina e a família optaram pela realização do aborto, em atenção aos direitos e garantias da criança e do adolescente.

Suspeito era ambulante em Goiânia

Segundo a polícia, o homem trabalhava como vendedor ambulante nas ruas da capital, principalmente na Região da 44. Nesta sexta-feira (15), os agentes civis, com o apoio operacional da Guarda Civil Metropolitana, realizaram um cerco e patrulhamento naquela área, de modo que encontraram o sujeito e cumpriram mandado de prisão preventiva.

O homem, neste momento, está recolhido na Penitenciária Coronel Odenir Guimarães – POG, situada na cidade de Aparecida de Goiânia. Ele ficou à disposição dos demais órgãos de persecução penal.

Abuso sexual infantil no Brasil

Levantamento do Ipea mostrou que 70% das vítimas de estupro no Brasil são crianças e adolescentes. Além disso, 24,1% dos agressores eram os próprios pais ou padrastos e 32,2% amigos ou conhecidos da vítima.