Imagem meramente ilustrativa 


JACAREACANGA PA, 26.05.2022
  -  Mesmo      mantendo   a serenidade    que me é peculiar diante de situações     adversas   que enfrento, mesmo      enfrentando poucas, e entre essas, diante de uma postagem  do  Vereador  Giovani Kabá  que fez de público em seu domínio no facebook me fazendo reagir a uma acusação praticada contra minha honra, se bem que não está me incomodando tanto, pois Giovani conhece  minha história junto ao seu povo e sabe que no clamor de uma indignação,  neste caso faz-se pressupor por  má interpretação de uma matéria publicada no RP sobre a exoneração de um servidor da Funai, coincidir com hora e momento de  sua estadia e visita à FUNAI, acompanhado do Senhor Prefeito Valdo do Posto, reagindo de forma intempestiva e talvez impensável. Apesar de soar publicamente estranho essa coincidência em nenhum momento o acusei de interferir no assunto da exoneração do funcionário, e vitimando-se, acusou-me de sistematicamente persegui-lo,  sendo pago por algumas pessoas para esse intento de difamá-lo. 

-Vereador você mais que ninguém sabe de minha história e trajetória de trabalho dedicado ao SEU POVO; conhece a  coragem,  dedicação, e amor que empreguei através da Funai ao seu povo. Talvez meu trabalho você não acompanhou já que você era provavelmente uma criança, intuitiva, inteligente, participativa ouvindo os assuntos discutidos e sempre tomava assento  ao lado da lenda chamada Kabá BIboy seu avô, aprendendo  e disso tirou proveito os ajudando por seu trabalho nos dias atuais. Minha história de luta Excelência é testificada  por sua grande família Munduruku e principalmente por seu genitor Hans Kabá, por seu cunhado Isaias Krixi e sua digna esposa, Roberto Krixi, por seu tio e hoje Cacique Geral Arnaldo Kabá entre outros que se ombreram com este humilde servo do indigenismo para garantir a ampliação, delimitação e demarcação de sua Terra. Não fugi da batalha e vencemos a guerra, se bem que perdemos valorosos soldados nossos aliados que pereceram na luta, e enumero alguns entre tantos que esqueço no momento seus nomes: Izidoro, Adocildo, Raimundo Gonçalves, Francisco (Teles Pires), Felinto, Ivanildo, Vidal, Dorinha, Zé Luiz, Edith Biere; evidentemente não morreram de tiros e bombas nessa guerra, apesar dos tiros  simbólicos pelos constrangimentos, intimidações e ameaças que recebíamos por defender uma causa justa... a causa indígena; morreram de causas naturais como indigenistas atuantes e já exaustos pela luta, emboscados moralmente, dando parte de suas vidas pela causa de seu povo Excelência,  e saiba que valeu a pena para mim a luta, pois nossos guerreiros e guerreiras morreram com o sentimento do dever cumprido de terem perecidos sob a aura de uma batalha memorial em embate travado pelo reconhecimento do espaço dos Caçadores de Cabeça...

...ainda estou vivo Excelência, agindo, me incomodando com a desproteção estatal ao seu povo que sofre diante das mazelas que se apresentam, e se não tenho uma Tribuna como Vossa Excelência para bradar e clamar, fiz do RP uma Tribuna Livre e presente sem necessidade de me utilizar para extorquir ninguém ou viver às expensas de aproveitadores, defraudadores do principio da moralidade e bons costumes que penalizam o povo e principalmente o mais necessitado.
Por dedicar-me exclusivamente a esse glorioso trabalho indigenista, vivendo sob proteção policial,  esqueci um pouco na época, meu seio familiar, e perdi minha família.

O tempo passou  e já por acomodações politicas em Jacareacanga, para ocupação da Prefeitura, que determinado pretendente  teria instituído certa "massa de manobra"  no seio tribal em me colocava em confronto com tal força politica, logo após a garantia da demarcação de sua Terra,  fui  acusado de um delito funcional que fora executado por um servidor e por eu ser o administrador e  ter solicitado sua nomeação fui também responsabilizado. Respondi na Justiça Federal a injusta acusação  e fui inocentado como esperava no decurso de minha vida. 

À frente da Funai, lutando para a retirada dos garimpeiros invasores era constantemente assediado economicamente para parar de lutar pela desocupação da área no lado leste (Toda a extensão do Rio das Tropas Igarapé Preto, Kaburuá, Santo Antonio e Massaranduba) ou pelo menos conceder mais tempo para os garimpeiros trabalharem;  próprios membros do Sindicato de proteção aos Garimpeiros  me assediavam com presentes como dinheiro e carro, e eu tinha na época um carro fusca mesmo  bastante usado de 15 anos me mobilizava com certa segurança entre minha casa e Funai. Nunca me vendi Excelência sabe o porquê,  EU TENHO VALOR E O HOMEM QUE TEM VALOR, NÃO TEM PREÇO!

Meu trabalho por todas as lideranças da época era destacado e bem avaliado como sério, e compenetrado sempre  com minha responsabilidade constitucional. Depois que saí, a Funai sob os olhos de todos indígenas e população envolvente  decaiu de forma vertiginosa.

A DENÚNCIA  VAZIA E SEM FUNDAMENTO

Me surpreendi, em Vossa Excelência na presente postagem de seu texto que faço abaixo extraído de seu domínio do facebook lavrar  de público  contrariado por sua falta correta de interpretação  que eu estaria lhe perseguindo e que teria usado de inverdades lhe acusando de interferir na exoneração do servidor da Funai Arthur Macedo. La, faz-me acusações que estaria lhe perseguindo  recebendo dinheiro de algumas pessoas para difamá-lo, muito respeitosamente sugiro que mostre os nomes dessas pessoas aqui e agora de público, apresente os nomes de quem me paga, para caso não tenha condições de provar e jamais terá, responder por crime de injuria, calúnia e difamação constrangimento ilegal e ainda com indenização por severo danos morais a essas pessoas. Sou de outra estirpe Vereador!

A BUSCA PELO MP - O GUARDIÃO DA LEI

Como  mostrei um pouco a minha face e  provo minha idoneidade e como cabe ao acusador o ônus da prova lhe sugiro decifrar os nomes  de público que me pagam ou ofereça denúncia à justiça sobre a sua certeza com provas que justifiquem sua vil acusação

Não me fortaleço caluniando ninguém nobre Vereador, se me vejo forçado a fazer denúncias em defesa do povo é por ver, saber sobre recursos para serem aplicados nas politicas de desenvolvimento do município serem desviadas de suas finalidades, escoando pelo ralo da insensatez ou saindo pelo ladrão e se algumas vezes algumas acusações que fiz nas postagens do meu Site, tenha a certeza que tenho atestados probatórios para fazer a acusação ou são  amplamente de  domínio público. Sinto-me tão seguro que todas as postagens que fiz denuncias e algumas contém vosso nome, requeri junto ao Ministério Publico do Pará sua competente apuração e que  recebi de imediato deferimento de Sua Excelência a Dra. Promotora de Justiça.

Para que os leitores entendam o âmago dessa questão que apresento, quero que conheçam e Vossa Excelência sabe muito bem do seguinte:

O papel do Vereador de fiscalizar o prefeito

As atividades do vereador não podem ser resumidas apenas ao tratamento das leis do município. Existe ainda uma função ligada ao cargo de vereador que é fundamental para a própria saúde da nossa democracia. Trata-se da fiscalização das ações do Poder Executivo municipal – ou seja, das ações do prefeito. 

Rememoro alguns deveres importantes dos vereadores em relação à prefeitura, como:

  • Fiscalizar as contas da prefeitura, de forma a inibir a existência de obras superfaturadas e atrasadas;
  • Fiscalizar e controlar diretamente os atos do Poder Executivo, inclusive da administração indireta (por exemplo, visitar órgãos municipais e fazer questionamentos por escrito ao prefeito, que é obrigado por lei a prestar esclarecimentos em até 30 dias);
  • Criar comissões parlamentares de inquérito;
  • Realizar o chamado controle externo das contas públicas, com ajuda do Tribunal de Contas do Estado ou do Município responsável.
SIM OU NÃO?

Com acato e respeito lhe pergunto se o meu preclaro Vereador Giovani   está cumprindo com o seu dever que lhe foi confiado por maciça votação já que não pode alegar ignorância nessa obrigação  de fiscalizar por ser uma pessoa letrada, com admirável graduação especifica, especializações, fala fluentemente duas línguas e com admirável desenvoltura nosso português ser destaque na política local com boa e ampla exposição midiática de sua performance como Presidente da Casa Legislativa?

Se disser que NÃO está cumprindo, você estará prevaricando que é uma ação delituosa  e que prevê uma pena de três  meses a uma ano de prisão e multa, e dependendo da gravidade do pecado a penitencia é muito maior concorrendo até a perda do mandato.

Se disser que SIM,  que está cumprindo terei que lhe fazer algumas perguntas:

a)  1 - Vereador a Mesa Diretora da Casa Legislativa o qual V.Exa preside recebeu da parte do Sintepp graves denúncia de indícios de desvios de recursos financeiros destinado a  investimentos na Educação Municipal, pode ser mostrado o porquê ocorreu a decisão da Casa em não ser determinado uma  Comissão para a devida apuração e sim prontamente arquivada a denúncia? -Sua fiscalização, apuração e  elucidação do desvio de recursos se por ventura existisse, seria importante para reforço à  solidificação do Estado Democrático de Direito. Não determinar a apuração das prováveis irregularidades, V.Exa não estaria faltando com seu compromisso de investigar? Isso é prevaricar Excelência!

O 2 - O porquê das razões em  ter apoiado o Prefeito na abertura de uma estrada no estado do Amazonas sem licenciamento ambiental e outras cautelas de lei, sem realização de  Certame  Licitatório que se impõe ao agente público e Ordenador de Despesas a cumprir devido a exigência da Lei 8.666, sem contrato com a empresa, e completamente ignorado e não declarado de onde foi retirado recursos de que programa de trabalho, rubrica contábil, pra se saber a origem dos recursos para custeio da obra? Seriam da emissão de Notas Fiscais frias, as quais V.Exa, na continuidade da matéria faz severa denúncia?

O 3 - As comissões da Casa, legislaram sobre a pretensão da construção da estrada? o  plenário do Poder Legislativo e suas comissões discutiram, deliberaram e votaram  favoráveis à construção da estrada sem seu Estudo de Impacto Ambiental exigido nessas situações que concorrem para a supressão de vasta camada vegetal do meio ambiente? No pico da denúncia da NOTICIA DE FATO no MP, visando proteger a municipalidade, e foi obra de matéria no RP, seu Gabinete  anuiu o deslocamento do experimentado Vereador Gersinho à Manaus e depois a Maués, município onde a estrada foi aberta  para fazer tratativas sobre o investimento. Foi logrado êxito esperado pelo Poder Legislativo nesse intento? em prolongadas conversas com vereadores daquele município vizinho, tomei conhecimento que o Vereador sequer foi recebido, não chegando nem a dizer o que fora fazer lá!  

c) 4 - Vossa Excelência discursando na inauguração da estrada in-loco elogiando o Prefeito pelo compromisso assumido e realizado, resgatando promessas de prefeitos anteriores e representando o prefeito cortando a fita de inauguração crê que decorrendo toda essa situação ilegal e ao arrepio dá lei, agiu  dentro de suas atribuições constitucionais?

5 -  Nobre edil Giovani, pela abertura da estrada, por ser uma ação ilegal somado ao absurdo  investimento ter sido em outro município e de outro estado da federação em espaço territorial reservado, desprovida de licenciamento e sem certame licitatório, em uma obra que levou mais de 100 dias pra ser concluída com consumo estratosférico de combustíveis, não deveria V.Exa. como  fiscal do povo dissuadir o Gestor municipal  do emprego do arriscado  investimento.

e) 6 - Sabia ou soube V.Exa. que nitidamente  defendendo a municipalidade da qual minha família está inserida fui autor de denúncia junto ao MPPA sobre a abertura da vicinal com custeio da PMJ e que o malfado investimento teve sua conivência e participação, contrariando sua responsabilidade constitucional como Vereador? Sabia também que seus pares identificados em imagens e que festejavam a contestada obra poderão responder solidariamente pela ação delituosa praticada? Foram também coniventes e entre esses pode-se citar os Vereadores Rainéricy, Gersinho, Aleandro além de assessores das duas Casas? Vossa ação Excelência através de seu laborioso trabalho não seria fiscalizar o Executivo para prevenir essa dilapidação ao erário Público? 

7 - Mudando um pouco de panorama, como um  grande internauta V.Exa, esmera-se em promover sua imagem de autoridade indígena e do Poder Legislativo que é inequivocadamente reconhecida, e como toda a pessoa bem antenada é fato que é um direito pessoal usar esse sistema que nos oportuniza na vida hodierna uma interação rápida e para informar-se convenientemente. V.Exa, já viu as inúmeras denúncias com comprovações de indícios de falcatruas trazidas à lume pelo VERITAS? Apegado às coisas certas e sérias, já ocorreu determinação de vossa parte para apuração ou acompanhamento dessas denúncias? 

8 - Estranhamente mediante tantas denúncias que ocorrem avançando até as fronteiras do Amazonas e Itaituba, e que a Gestão Valdo teria um gerenciamento paralelo denominado TURMA DE ITAITUBA, que seriam empresários com   diretrizes e emanações de determinação para o emprego e aplicação do recurso do Tesouro Municipal  ou Erário Publico, poderia declarar qual a razão com tamanhas denúncias e dos seus nobres  pares emudecerem e  não se esmerarem em fiscalizar essas denúncias?  É de domínio público que o Prefeito é o que menos manda no Executivo, será que somente os Vereadores ainda não conheceram essas denúncias e insinuações?

9 - O que já foi feito pelo Poder Legislativo para se inverter este descaso na educação que oprime e humilha um povo, (seu povo)  ainda sendo-lhes negado o direito à dignidade humana e cidadania onde crianças na pré-escola se ajoelham por não terem carteiras para sentarem participarem das atividades escolares de joelhos - Que quadro deprimente Excelência!  Insisto,  -o que já foi feito para fiscalizar a aplicação dos recursos para financiamento da Educação que não sobra para se fazer aquisição de carteiras escolares? O que nossos representantes legalmente constituídos estão fazendo  que não veem isso?


AMIZADE E DORMINDO COM O INIMIGO

Superado os questionamentos supra que sei que não teremos resposta, digno Vereador, em todas as suas postagens contrariando o óbvio  em que  os poderes Executivos/Legislativos apesar de harmônicos são independentes, o Senhor destaca a relação dos dois poderes,  lutando pelo progresso de Jacareacanga unidos, coesos e indissolúveis  e confessa a forte a amizade particular com o Prefeito Valdo.

Torna-se evidente que seu espírito fraternal pelas pessoas ao seu redor é temerário e inconfiável haja vista a forma rasteira de atacar a honradez de seu “muy amigo” conforme denúncia severa em que diz:

O Prefeito poderia pagar sim o Piso Salarial aos professores e não paga a motivação é devido o mesmo pagar Notas Fiscais Frias!  Muito bem excelência! Falou  como um grande e zeloso Vereador e obrigo-me a indagar-lhe: V.Exa. determinou seu séquito de fiscalizadores a agir para elucidar tamanho e inaceitável roubalheira ao erário público?

Você mostra-se conivente com a vicissitude por não determinar a devida e imediata apuração, e eis que surge uma pergunta para ser respondida. Foi omissão sua ou conivência com o fato que o impediu de determinar a apuração?

Outra situação que beira a ficção reverberar que é amigo pessoal do Valdo, e declarar da tribuna, que o Prefeito não tem planejamento, que faz pagamentos indevidos e o prefeito não tem preparo para administrar a máquina pública e não tem condições de governar o município e que isso que está acontecendo os vereadores sabem disso.

Por esses pagamentos indevidos, e a falta de aptidão  para governar o município e por construir um estrada em outro estado ao arrepio da lei já não seria suficiente, para o bem antenado, capaz, inteligente, um fenômeno na política, que quer alçar voos mais altos Presidente da Casa de Leis  determinar uma CPI com a finalidade  de devolver ao povo as esperanças perdidas sobre dias melhores e que nunca chegam?

Nobre vereador Giovani em suas andanças com o prefeito nesse mundão a fora como a recente viagem à Brasília e Belém e que por certo se hospedaram no mesmo hotel e quem sabe ate  no mesmo aposento para esticarem conversas... e na hora do descanso Excelência sua consciência ficava tranquila ao imaginar que  o seu amigo declarado Valdo, que não tem planejamento, que paga notas Fiscais frias, que faz pagamentos indevidos não estaria dormindo com o inimigo?

Alguns dias passados, liguei ao preclaro Presidente Giovani  anunciando-lhe que queria entrevistá-lo  disse-lhe que encaminharia através do zap  perguntas para serem respondidas ao que V.Exa  de pronto disse que eu poderia mandar  perguntas que desejar pois todas teriam respostas. Recebi na ligação menções elogiosas  escancarados por minha conduta como também  ilações positivas por estar informando bem ao povo e que a consideração e apreço por mim seria incomensurável... lembra Excelência? Elaborei umas trinta perguntas, entre elas o porquê do Poder Legislativo não fiscalizar as ações da Prefeitura com avalanches de denúncias que tem sobre desvios de recursos e que são de domínio público, indaguei sobre a estrada clandestina aberta com sua beneplácita conivência já que até fez a inauguração e parte da matéria ainda consta em seu domínio no facebook com riquezas de fotografias, atestados que comprovam a conclusão da obra, entre outras perguntas.  Para facilitar as coisas para o nobre vereador orientei-lhe a suprimir perguntas que não lhe aprouvessem ou interessasse em responder  e ainda que desse resposta a alto perguntas para ilustrar sua atuação no Poder Legislativo. Depois de me responder que todas as perguntas seriam respondidas, na sequencia dos dias o silencio de sua parte veio como resposta, porque meu Presidente?

Sua amizade com o nosso Prefeito poderia se  classificar que caracteriza-se por um misto de amor e ódio. Na frente do homem age com fidalguia, por traz mete a borduna.

Talvez até como falam-se que você estaria projetando-se politicamente para concorrer ao paço municipal. É normal todos acharem-se capazes para o cargo, eu também já pensava nisso quando militei nesse Poder. Junto aos seus sonhos, Rui, Rainéricy, Goiano, Xavier, Mau Mau que se foi,  Gersinho, entre outros, também são nutridos da mesma fantasia, então já é hora desse pessoal mostrar suas faces com decência, executando seus trabalhos legislativos e fiscalizando as ações da Prefeitura e as aplicações dos recursos que chegam dia 10, 20, 30 proveniente de repasses constitucionais.

Eis o que o imaginário popular traduz da relação harmônica porém independente dos Poderes Legislativo/Executivo.

Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens.
1° Coríntios 7:23

PRINCIPAIS DENÚNCIAS JUNTO AO MPPA ATRAVES DE NOTÍCIAS DE FATO RELACIONADAS COM A JUNÇÃO EXECUTIVO/LEGISLATIVO DEFERIDAS AS INVESTIGAÇÕES PELA DIGNA PROMOTORA DE JUSTIÇA

SIMP 000129.044/2022

SIMP 000142.044/2022

SIMP 000163.044/2022

SIMP 000168.044/2022

SIMP 000182.044/2022

SIMP 000214.044/202

Tudo isso Excelência faço, não para projetar-me social ou politicamente, ja passei desse tempo e nem com o objetivo de impressionar a plateia nem eleitores vez que não almejo concorrer a cargo algum, e sim somente com o nítido interesse em defender o povo que poderia estar gozando da plenitude de seus direitos  que garantisse  da gestão municipal mais atenção  através de uma Educação digna, a valorização do profissional educador... todos nós, cientistas, motoristas, médicos, Vereadores, prefeitos até blogueiros, e  jornalistas,  passamos pelos ensinamentos e efeitos beneficos desse profissional ainda um pouco soterrado em seus exercícios plenos de direitos em Jacareacanga.

Como tenho micro negocio nesse município que somado a uma aposentadoria que fiz jus por causa de quase 40 anos de contribuição previdenciária, e que ainda com a adição do  digno salário da minha esposa que só teve  oportunidade em Itaituba em mostrar seus dotes como educadora e foi contratada desde o ano passado por um dos melhores colégios da cidade e região, e por meu caráter, não me apego a mimos muito menos receber como inflama Vossa Excelência dinheiro para falar mal de A ou B, lhe informo que não preciso desse artificio para viver pois  sou um  homem de valor. 

Deverei em 15 dias estar visitando minha cidade de Jacareacanga, berço de minhas Marias, -Que honra seria receber um convite de vossa parte para conversarmos em vosso Gabinete para até quem sabe executarmos o que tenho em mente  que é entrevistá-lo para perguntar-lhe entre outras indagações, qual sua fórmula para se aplicar a responsabilidade de um fiscal do povo e  investigar malversação de recursos  no Poder Executivo. Não se preocupe que de dinheiro traduzido pelo sofrimento de um povo, não preciso... também creio piamente que não seria de índole tal oferta.

Somente para salientar que já fiz algum trabalho para os Vereadores Rui (Documento) Gersinho e Everton Araújo e  outros que não recordo, ajudo tantas pessoas...pergunte-lhes quando eu cobrei e quanto me pagaram!!!  

-Me divirto Excelência com lenga-lengas de conversas tanto no Poder Legislativo quanto no Executivo, um olhando para o outro com olhos vesgos acusadores indagando "Quem que passa essas informações pra esse filho da P..."?

A questão é que  nossas autoridades com raríssimas exceções, e dos dois poderes "pensam muito alto" e todos escutam, creêm que estão acima de tudo e de todos, e ainda tem o fogo amigo, as confabulações em mesas de bares... 

Dinheiro fácil que seria para aplicação em defesa da municipalidade, não me apraz nobre Vereador, não preciso disso Excelência! Pergunte ao Ex-prefeito Raimundo Santiago e trabalhei ao lado do Gabinete dele, quantas vezes pedi qualquer apoio dele em dinheiro para meu uso pessoal. Pergunte  até se alguma vez solicitei combustível. Nunca precisei disso Vereador, meu salário dava bem para sustentar minha família. Fui vereador e nunca precisei para minhas atividades parlamentares de estar me vendendo.

Um fraterno abraço, mas... de verdade! seu caminho está aberto para lutar e ate ser o próximo Prefeito, quem sabe é o eleitor e o que você plantar voce irá colher, plante sementes boas, férteis;  deixe de olhar pelo retrovisor, quebre o espelho do narcisismo e jogue os cacos fora, evite a propagando extemporânea que está realizando, todos estão vendo inclusive  seus 15 a 20 concorrentes à Prefeitura, ja que depois da assunção do Valdo do Posto ao Poder todos se acham capazes de serem eleitos, da mesma forma que Vossa Excelência imagina. assim sendo seu futuro poderá satisfazer sua busca, também é necessário mostrar  que V.Exa. é verdadeiramente um defensor do povo, que fiscaliza e não faz capa.

Insisto  em dizer  que não preciso de grana para  dizer isso ou aquilo em minhas postagens, não sou bucha de canhão  nem me utilizo de armas de vingança  para ninguém. Minhas guerras são minhas e eu que batalho.

... guerras dos outros não são minhas...! El Che Guevara brigando batalhas dos outros, terminou crivado!