Portal OESTADONET - 31/05/2022

Beneficiamento de palmito - Créditos: Imagem ilustrativa

A empresa paraense Caracol Conservas de Palmito Eireli, com sede no município de Trairão, no sudoeste do Pará, tornou público que recebeu da Secretaria Municipal de Meio Ambiente Mineração e Turismo (SEMAMT), a renovação da Licença de Operação nº 078/2021, para produção de palmito em conserva em sua indústria. O comunicado foi feito por meio de publicação no Diário Oficial do Estado (DOE), na edição desta quinta-feira (26). 

 

Conforme a publicação, LO tem prazo de validade até o dia 15 de outubro de 2022. A Caracol Conservas de Palmito opera no setor de conservar de frutas e vegetais. Ela foi estabelecida no dia 21 de fevereiro de 2022 com o seu escritório central funcionando na cidade de Trairão. 

 

A empresa trabalha com produção de palmito em conserva do tipo exportação da espécie açaí. E está classificada entre as 19 maiores empresas de produção de palmito do Pará, sendo listada na 18ª posição no ranking. Além dela, na região sudoeste do estado, tem outras duas empresas, ambas com sede em Itaituba.

 

O Pará se destaca na quantidade produzida na extração vegetal como o maior produtor do país. Goiás, Bahia e São Paulo são os três maiores Estados brasileiros em quantidade produzida de palmito cultivado.