VIOLÊNCIA SEXUAL

Câmeras de segurança do local registaram o suspeito chegando no local.

 terça-feira, 10/05/2022, 16:08 - Atualizado em 10/05/2022, 16:06 -  Autor: DOL/ WELLINGTON JÚNIOR RBA TV

 As imagens que mostram a fuga do criminoso será analisada e ajudarão nas investigações. | Reprodução/ WhatsApp

A violência sexual pode ser definida como qualquer ato ou contato sexual em que a vítima é usada para a gratificação sexual de seu agressor sem seu consentimento, por meio do “uso da força, intimidação, coerção, chantagem, suborno, manipulação, ameaça”. Entre as vítimas desse tipo de delito previsto no Código Penal Brasileiro, estão principalmente mulheres, crianças e adolescentes.

Na manhã desta terça-feira (10), uma recepcionista, que teve a identidade preservada, foi vítima de estupro em um escritório de advocacia que fica localizado na estrada do Maguari em Ananindeua. O estuprador se passou por cliente antes de cometer o crime. Câmeras de segurança do local registaram o suspeito chegando no local.  

De acordo com a Policia Militar, o criminoso chegou no local com uma pasta, perguntou sobre valores e quando a jovem estava verificando os documentos, ele puxou a faca e obrigou a vítima a manter relações sexuais com ele. Após cometer o crime, o criminoso fugiu do local deixando a mulher amarrada no banheiro.

   

Ainda segundo a policia, a moça foi encontrada amarrada com cabos de computador. Ela foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e depois passou por atendimento psicológico.

Agora, a policia está fazendo diligências na área para tentar identificar e localizar e prender o criminoso. As imagens que mostram a fuga do criminoso será analisada e ajudarão nas investigações.

Quem tiver alguma informação que possa levar ao paradeiro do suspeito é só ligar para 181, o sigilo é garantido pelas autoridades.