JACAREACANGA(PA), 09.06.2022 -  Determina seus usos e costumes na seara política,  como forma de tratamento que leve ao convencimento e que se estabeleça certa aura entre as partes de intimidade politica, ser  tratada a autoridade por seu prenome, que denota, aceitação, gratidão, compromisso é uma premissa de fundamental importância. Errar nomes confundindo as autoridades é algo inaceitável!

Lamentável o Gabinete do Prefeito e as faltas de orientações dos "cientistas políticos" de plantão e são muitos sem aparente ocupação que poderiam enriquecer o discurso de Sua Excelência o Prefeito Municipal VALDO, e com a devida orientação deveriam listar o nome correto das autoridades presentes no dispositivo, para fiel nominação e não deixar o nobre gestor patetando em constrangimento que nem desculpar-se sabe. Importante essa relação respeitosa em  referir-se às autoridades presentes  de forma correta principalmente que tratavam-se de entes de quem estava  extraindo investimentos para o município, e diga-se de passagem parcos investimentos, haja vista os mimos vultosos que Hélder tem distribuído em todos os municípios por onde perambula fazendo campanha velada contra a criação do estado do Tapajós e em consequência propaganda extemporânea para sua reeleição. Em Itaituba derramou quase 50 milhões de uma vez só!

Peca nosso prefeito por sua condição de extrema humildade  retratada por sua deficiência intelectual em tratar  assuntos estatais e pecam seus assessores em não orientar adequadamente o Chefe do Poder Executivo e ainda fazerem ou criarem condições de fazerem galhofa do mesmo, reproduzindo o que se vê, de até isso ser contextualizado no rol de fogo amigo tão farto na Gestão do Prefeito Valdo.

Muita luta já foi exercida em defesa de uma responsabilidade que é exclusivamente de Hélder Barbalho da Câmara de Vereadores; vira e mexe os nobres edis estão nos corredores governamentais da Capital do estado suplicando pela recuperação da Escola Estadual Haroldo Veloso, e no momento em que a anunciada visita mesmo  tal como consulta de médico do SUS, às pressas, a municipalidade tinha a expectativa de ser anunciado o inicio da recuperação e melhor a construção de estruturas novas e modernas imediatamente para abrigar o ensino médio, e o que vem é pouquíssimo ou quase nada diante das prioridades  existenciais que afeta a população, ficando somente na promessa que já comunicou à Secretaria de Educação que irá ser construída a escola. Pouco, pouquíssimo, para uma população tão atingida por falsas promessas.

Os milhares de Munduruku e estima-se que aldeados atinja o quantitativo de 15 mil, vivem em precárias situações  por não existir nem através do município que é paupérrimo (mas há estripulia com o dinheiro público)  nem do estado de onde poderia vir, um plano alternativo econômico para tirar os indígenas Munduruku do estado de pobreza e necessidade em que estão imersos, depois da desmobilização das atividades garimpeiras de onde grande parte tirava o sustentos de suas numerosas proles.  

Vejam bem senhores, senhoras leitores do RP. -Que grande coisa fizeram aos Munduruku, tirando a comida de suas mesas e deixando o prato quebrado e sem nada!... somente a fome assustando. Como acreditar nas promessas de um homem contestado pela população e justiça em pleno ano eleitoral?

Torno público já que manifestou-se de público em seu domínio no facebook o jovem Marcos Pinheiro que declara com acentuada razão.

El Marcos Mascherano

1 d 
Quando você se sentir idiota, lembre-se que tem gente que vai se vestir de verde pra recepção do governador Helder Robalhos...
Kkkkkkk..
Povo tem memória curta mesmo, o cara desviou milhões na pandemia, comprou respiradores que nunca funcionou, trancou tudo impedido das pessoas trabalhar!
Eu só observo...

Voltando à falta de assessoramento ao Prefeito pelo Gabinete ou cerimonial, foi visível o constrangimento do mesmo em confundir o nome de duas autoridades e risível por alguns de seus apaniguados que não se contiveram diante do enrosco de Sua Excelência. Chamar o Zé Priante de Heraldo Priante e Heraldo Pimenta de Zé Heraldo nosso prefeito se superou! - Faço uma sugestão:
O J.S. Cavalcante produziria melhor nesse assessoramento que a turma toda que está ao derredor do Prefeito somente para agradá-lo e por trás sorrir de sua falta de apego às etiquetas politicas.