Trabalho de grande importância em defesa dos criadores feito pela Sec de Agricultura

JACAREACANGA (PA), 13.06.2022 - Com nítido interesse em levar os serviços de biotecnologia ao produtor do município que já conta com considerável rebanho bovino, para o devido enriquecimento genético, o Médico-Veterinário  Odelizan Paixão que após seu tempo de academia, recolhimento e estudo sempre teve em mente retornar ao seu município de origem para  aplicar seus conhecimentos profissionais, concorrendo com seu intento, após sua graduação participar de especializações, encontros, simpósios  em sua área de atuação e nesse intento considerando que o município não existia um programa para a execução de inseminação artificial, resolveu aperfeiçoar-se na matéria para cumprir  seu objetivo em contribuir de uma melhor forma com as necessidades existenciais em que sua profissão pudesse adequar-se e colocar seus conhecimentos para investir através da biotecnologia era um desafio de prevenir doenças do trato reprodutivo dos animais, identificar gestação, garantir diagnostico de doenças;  porém, levar esses serviços ao produtor que nunca tinha visto, era um tanto desanimador, pois muitos desses criadores já  se confinavam em suas zonas de conforto  pois  o trato que davam ao rebanho de forma rudimentar, concluíam  já ser  suficiente. Ledo engano! 

As dúvidas com a introdução do novo,  e sair da zona de conforto do trato com a questão, dificultavam o convencimento  do produtor à investir na biotecnologia - diz o Veterinário Odelizan.
O Secretário Mike Kirixi com o Medico Veterinário Odelizan 

Para superar as dificuldades em mostrar a importância de uma das especializações que reunia, Odelizan ofereceu-se ao Secretário Municipal de Agricultura do município Mike Kirixi para apresentar seu projeto. Dizia que desejava encontrar-se com Mike  por ter outra mentalidade sobre a questão do "novo" já que seria  Engenheiro Agrônomo e tratando-se de uma pessoa estudiosa, seria mais fácil mostrar seu projeto de que para  uma pessoa que não tivesse o mínimo de conhecimento, e no encontro o Secretário demonstrou interesse em apoiar o projeto em beneficio da municipalidade produtora de leite e carne.

À convite do Instituto de Biodiversidade em Florestas da UFOPA, Odelizan participou de capacitação e maiores treinamentos sobre novas técnicas em área especifica de Inseminação Artificial  ministrado por Kedson Alesaandri cujo detém  o titulo de Mestre  em Reprodução Animal - Doutorado em Pecuária Sustentável, onde aperfeiçoou-se após  treinamento  avançados na área de inseminação com a técnica de usar-se hormônios  para induzir o cio e ovulação  de vacas em datas programadas o que torna facilitado o controle do produtor de seu rebanho.

Equipamento de ultrassonografia

A partir do treinamento houve por parte do veterinário  a necessidade de fazer investimento na aquisição de um aparelho de ultrasonografia e ainda de 250 doses de semem  de comprovada procedência, para iniciar seu trabalho na região de Jacareacanga.  -Fala o Veterinário que: 

O equipamento de imagens não somente contribuirá com o trabalho de inseminação como também  com o diagnóstico precoce  de doenças ou problemas do trato geniturinário do animal que deverá ter uma resposta imediata através da aplicação de medicamentos adequados.

Equipe técnica da Secretaria de Agricultura/PMJ

O demonstração de seu projeto ao Secretário Mike Kirixi e sua equipe de campo, foi facilitado por seu nível de entendimento, que para garantir seus trabalhos profissionais o convidou para participar de sua equipe técnica devidamente contratado ao  quadro de servidores da Secretaria e de pronto o Médico-Veterinário colocou à disposição de seu trabalho os sêmens  de sua propriedade  para doação aos produtores com menor poder aquisitivo  e ficando como contrapartida dos beneficiários providenciarem a aquisição  de hormônios e vacinas reprodutivas.

Veterinário examinando um animal

Fato é, que o Veterinário Odelizan somará enormemente nos trabalhos da Secretaria de Agricultura  que hoje conta com um  técnico habilitado em inseminação artificial  e ainda mais que isso com um equipamento de  ultrassom para diagnostico  de doenças do trato reprodutivo do animal, além de diagnóstico de prenhês de bovinos e outros animais de produção.

Nossa equipe está percorrendo  e visitando alguns produtores, para identificar as “fazendas satélites” já que muitos deles não tem estrutura para esse serviço. O público alvo de nosso trabalho  são pequenos e médios produtores com aptidão leiteira e de corte - nossa intenção, prossegue Odelizan - É que nossos trabalhos atinjam até o mês de agosto os aldeamentos indigenas.

Equipe da Secretaria em trabalho de campo