Mateus Vinicius Alberto, de 24 anos, é natural de Itaituba, região sudeste do Pará, e estava como copiloto de avião

A força policial da Guiana Francesa apreendeu cerca de 640 kg de cocaína e 120kg de maconha amarrados dentro de um avião monomotor ilegal que pousou na pista de Mahdia. O co-piloto é brasileiro, Mateus Vinicius Alberto, de 24 anos, natural de Itaituba, região sudeste do Pará.

Segundo a polícia, o avião Cessna Skyline, que pousou sem autorização no local, pode ter saído da Venezuela. O piloto colombiano, identificado como Rodrigues Estiven, de 42 anos, e o brasileiro foram presos.

Ainda de acordo com a polícia, a aeronave pousou na pista de Mahdia por volta das 14h20 de domingo e As tropas informaram os dois homens suspeitos e ambos foram presos e levados sob custódia policial. 

Também foram encontrados dois dispositivos do Serviço de Posicionamento Global (GPS), um telefone via satélite, um aparelho de rádio e dois telefones celulares.

Tambores de combustível vazios foram vistos a bordo da aeronave, sugerindo que um pouso de precaução foi feito para garantir suprimentos adicionais de combustível. No passado, várias aeronaves ilegais abandonadas ou acidentadas e queimadas foram encontradas em várias partes do interior da Guiana e do Suriname.