Imagens não recomendadas para menores e pessoas nervosas

 Jovem é brutalmente espancada a pauladas por ‘tribunal do crime’. TUDO FILMADO! VEJA VÍDEO

Vídeo gravado de celular e que passou a circular em grupos de WhatsApp mostra o momento em que uma mulher é brutalmente espancada por criminosos.

 

O fato teria ocorrido no bairro Tapanã, em Belém, no estado do Pará.

 

Nas imagens é possível ver a mulher sendo puxada pelos criminosos com uma corda amarrando as suas mãos para trás. A mesma foi levada para um terreno em uma área de mata. Um dos indivíduos dá um chute na mulher e ela cai de joelhos em uma lixeira.

 

Pelo menos quatro indivíduos, utilizando pedaços de pau, dão vários golpes na mulher nas nádegas e principalmente nas pernas. O ato de extrema violência é gravado por um dos criminosos.

 

Aparentemente, a vítima teria desmaiado após receber os primeiros golpes. Um dos homens chega a dizer: 

Do pescoço pra baixo mano, do pescoço pra baixo.

A mulher teria realizado roubo na região e foi julgada pelo Tribunal do Crime na área do Tapanã, em Belém.

 

Até o momento, não há informações se a mulher resistiu ou não devido ao espancamento. 

 

 PORTAL DO ZACARIAS

IMAGENS FORTES!


INVESTIGAÇÃO

Mulher espancada no Tapanã conta como tudo aconteceu

A vítima esteve na unidade do Tapanã - Unidade Integrada PROPAZ, nesta quarta-feira (21) e contou a sua versão dos fatos.

 quinta-feira, 21/07/2022, 14:05 - Atualizado em 21/07/2022, 14:43 -  Autor: DOL


A polícia investiga o espancamento da mulher no bairro do Tapanã | Foto: Cacia Medeiros

O caso da mulher que foi brutalmente agredida no bairro do Tapanã, em Belém, ainda repercute bastante. A Polícia Civil continua investigando o caso. A vítima das agressões esteve na unidade do Tapanã - Unidade Integrada PROPAZ, nesta quarta-feira (21) e contou a sua versão dos fatos. 

A mulher, que o DOL optou por não divulgar a identidade, contou que foi surpreendida enquanto passava por um ponto de mototaxi. Segundo ela, um homem vestido como mototaxista a ameaçou. Em seguida, esse mesmo homem voltou com outra pessoa, na motocicleta. A dupla conseguiu levar a mulher para uma área de mata, onde aconteceu o espancamento. 

A vítima relatou à polícia que foram aproximadamente sete homens que participaram do ato. Uns a agrediam, enquanto outros filmavam a ação. " Assim que eles me levaram para o matagal do lixão, eles me amarraram com uma corda vermelha e passaram a me bater com pedaços de madeiras com pregos, me deram socos e chutes em todo o meu corpo, que fiquei desacordada", contou a mulher. 

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, registrado pela vítima, a mulher agredida apontou "Dentinho", também conhecido como "Nando", como um dos agressores. Ele seria um dos traficantes da região do Tapanã. 

Eu recuperei a consciência lá mesmo, com a população me socorrendo e logo em seguida, chamaram a ambulância do Corpo de Bombeiros. Todo mundo viu eles me agredindo. Eu enxergo eles, mas não sei o nome de todos, finalizou a mulher. 


AGRESSÃO FILMADA

Dois suspeitos de espancar mulher são mortos no Tapanã

Os criminosos se evadiram para as matas da Infraero e começaram a atirar contra a corporação da PM

 quarta-feira, 20/07/2022, 18:18 - Atualizado em 20/07/2022, 19:50 -  Autor: Com informações de Cácia Medeiros/RBATV

 Dois dos criminosos não resistiram e o terceiro está recebendo atendimento médico na Unidade de Saúde do Tapanã. | Cácia Medeiros/RBATV

 A Polícia Civil do Pará está investigando um caso de espancamento de uma mulher que foi filmada sendo agredida a golpes de madeira por um grupo de homens em um lixão no Tapanã, em Belém. Ao menos cinco homens aparecem nas imagens, enquanto um sexto filma tudo com um aparelho celular.

O crime teria ocorrido nesta quarta-feira (20), supostamente com a participação de membros da facção criminosa Comando Vermelho. A principal linha de investigação aponta para um "acerto de contas" relacionado ao tráfico de drogas.

Ao longo do dia, a Polícia Militar realizou diligências na região para localizar e prender os suspeitos. Mas na tarde de hoje, três suspeitos de envolvimento no crime trocaram tiros com policiais do 24º BPM. 

De acordo com as autoridades, os criminosos se evadiram para o interior das matas da Infraero e começaram a atirar contra a corporação, que revidou. Três suspeitos foram atingidos e foram encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Dois dos criminosos não resistiram aos ferimentos e o terceiro recebeu atendimento médico na Unidade de Saúde do Tapanã.

Com eles foram apreendidas armas e uma certa quantidade de drogas.

Até a publicação deste texto, a polícia estava no local para tentar capturar os outros suspeitos na participação do espancamento da mulher.