DEFINIÇÕES DOS VOCÁBULOS ABAIXO:

COVARDIA - COMPORTAMENTO QUE DENOTA AUSENCIA DE CORAGEM,  FALTA DE OUSADIA,  GESTO QUE SE CARACTERIZA PELO TEMOR

INSENSATEZ  - ATO RESULTANTE DA FALTA  DE BOM SENSO, DE PONDERAÇÃO; IMPRUDÊNCIA

Imagens extraídas da web

JACAREACANGA (PA),03.07.2022 - Ambas definições se mostram evidentes tanto da parte do Prefeito e seus principais assessores, e do Presidente do Poder Legislativo com seus Vereadores, exceção feita aos nobres edis Goiano e Everton Araújo, em um momento em que um de seus mais importantes vereadores  para a municipalidade o abandonaram à própria sorte. Tratando-se do Vereador Rainéricy Quintino, vítima do que se pode conceituar como insensatez e covardia por parte dos políticos de Jacareacanga; quando insinuações maldosas, absolutamente oportunistas do ponto de vista político, fora atingido por ilações e falsas acusações em ter apoiado  a viagem em fuga abrupta do motorista  que envolveu-se no acidente  que vitimou dois indígenas. Somente pela coincidência de ter laços familiares e que não são parentes com  o condutor da caminhonete que colidiu com a motocicleta conduzida pelos indígenas e que de maneira fatídica faleceram.

Ver. Rainéricy

Talvez pelo comportamento, silente do presidente do  Poder Legislativo Vereador Giovani Kabá e do Prefeito Valdo do Posto, as redes sociais foram invadidas pela censura de que  Rainéricy Quintino fora covardemente abandonado  por seus pares.

Sabe-se que uma Casa de Leis é local de discussão de ideias em beneficio do povo, porém uma omissão descarada, deslavada e covarde como abandonar um soldado aliado ferido em uma batalha não pode ter outro adjetivo a não ser de pura covardia.

Os vereadores, sem exceção  sabem do  comportamento e caráter do Vereador Rainéricy, e a maioria se acovardou em não tentar ao menos proteger o colega de parlamento dos falatórios e insinuações maldosas que foram-lhe assacadas. Covardia também  mostrou o Presidente da Casa, que calou-se, se omitindo de estender solidariedade em nome da Câmara de Vereadores ao nobre colega atingido por ilações mentirosas, injuriosas, ja que Giovani Kabá não expediu uma simples nota sequer! Se preocupa mais o presidente em demonstrar estar sistematicamente  fazendo capital politico para pleitear concorrer ao cargo de prefeito nas próximas eleições, já que de público  felicita a todos  por nascimento, aniversários, contagem de recuperação de cirurgias, de brigas, agindo tal como pomba da paz se preparando para guerra; participando de encontros, cafés, comilanças e levando sempre seu discurso de bom menino, com auto proclamações, se esquecendo de sua responsabilidade constitucional em cuidar de sua Casa Legislativa tão duramente criticada por sua omissão e insensatez empregada em um momento difícil por qual passa seu nobre colega. 

Talvez isso dê ânimo e razão para muitos munícipes vociferarem devido o abandono  sofrido por Rainéricy, que o mesmo poderia ser uma pedra de tropeço no caminho do que Giovani Kabá idealiza em sua trajetória politica.

Basta de dissimulação! hipocrisia! faz de conta!

Tadinho do Prefeito que parece não nutrir de discernimento que é produto da inteligência para avaliar que com sua omissão ambos os poderes  estão entregando a cabeça do Vereador em uma bandeja.

_____

Superado esse assunto... Indignado com esse ato de pronto por todos os ângulos mostrados como  tacanho, sórdido e irresponsável, comunico que faltam-me pouquíssimos documentos para implodir   de vez o castelo  harmônico Executivo/Legislativo por sua relação de promiscuidade administrativa e operacional com a coisa pública.

-QUEM VIVER... VERÁ!